Hoje falaremos de Fernando de Noronha, o arquipélago brasileiro que está entre os destinos mais lindos que já estive. Noronha é até hoje o meu lugar preferido no mundo! Já estive lá diversas vezes e sempre estou planejando a próxima visita.

Aproximadamente 70% do arquipélago faz parte do Parque Nacional Marinho, gerenciado pelo Ibama. Noronha pertence ao estado de Pernambuco, apesar de estar geograficamente mais próximo do Rio Grande do Norte.

Abaixo, algumas dicas das principais atrações e atividades para planejar e aproveitar a sua viagem a Noronha:

Praias

As principais praias da ilha são:

Sancho: eleita diversas vezes a praia mais bonita do Brasil. O acesso à praia do Sancho é feito por uma escada que passa por uma fenda no meio de uma pedra. Outra possibilidade de acesso é passando pelas pedras da Baía dos Porcos para lá (até algum tempo atrás esse acesso estava fechado, não sei se já foi liberado). Mas a experiência da escada é imperdível se você nunca foi.

Sancho

Cacimba do Padre: também uma das praias mais famosas da ilha. Costuma ter bastante surfista e também é sede de alguns campeonatos de surf na época das ondas.

Cacimba do Padre

Baía dos Porcos: Fica entre a Cacimba do Padre e o Sancho. Tem diversas pequenas ilhas que formam um visual incrível. Quando for ao mirante do Sancho (antes de descer as escadas), não deixe de tirar fotos lá de cima com a Baía dos Porcos ao fundo.

Baia dos Porcos

Praia do Bode: a “pedra do Bode”, que fica nessa praia, serve também como mirante para o por-do-sol.

Cachorro: praia próxima à Vila, fica logo abaixo da Fortaleza dos Remédios.

Praia do Meio: entre as praias do cachorro e Conceição. No limite com a praia e a ilhota da Conceição está o “Pião”, uma pedra grande equilibrada em um pedaço muito pequeno, parecendo realmente um pião.

Conceição: ao pé do Morro do Pico, a praia é grande e bastante procurada pelo seu fácil acesso.

Conceição

Baía do Sueste: Praia de mar calmo, funciona como porto opcional nas épocas de ressaca no mar de dentro, que impossibilita a saída de embarcações no Porto Santo Antônio.

Leão: costuma abrigar ovos de tartaruga e na época da desova é possível acompanhar o nascimento das tartaruguinhas e a corrida delas para o mar (necessário checar no Projeto Tamar a possibilidade de acompanhá-los). Seu nome vem de uma pedra, que parece um leão-marinho deitado.

Passeios

Se você está indo pela primeira vez, vai encontrar dezenas de ofertas de passeios para fazer. Vou listar aqui alguns dos principais:

Ilhatur: se você nunca foi a Noronha, recomendo fazer o Ilhatur. É um dia inteiro de tour pela ilha, passando por todas as principais praias, até o pôr-do-sol no fortinho do Boldró. O ideal é fazer logo no primeiro dia, assim você já fica conhecendo os principais lugares e pode voltar depois nos que mais curtir.

Dois Irmãos

Passeio de barco: há diversas opções de passeios de barco. O passeio vale a pena, é bem interessante ver as paisagens da ilha a partir do mar. É comum os golfinhos aparecerem para acompanhar o barco por alguns instantes.

Golfinhos

Mirante dos Golfinhos: não é necessário pagar para ir. Se você tiver alugado um buggy, pode ir por conta própria. Basta acordar bem cedo (antes de amanhecer, por volta das 5h) e partir para lá. É preciso pegar uma trilha de aproximadamente 1km a pé até chegar lá. Todos os dias há profissionais do projeto Golfinho Rotador no mirante, fazendo a contagem dos golfinhos que entram na baía.

Mirante Golfinhos

Aquasub / Planasub: É um passeio onde você é rebocado pelo barco  segurando uma prancha. É muito relaxante ver o fundo do mar e toda a vida marinha… tartarugas, raias, peixes e etc, e sem esforço algum, já que você está sendo puxado pelo barco o tempo todo. Recomendo.

Atalaia: um dos mais famosos passeios, onde é possível nadar em piscinas naturais… há horários específicos para visitas a Atalaia, devido à mudança das marés.

Abreus: também possui algumas piscinas naturais, porém esse local é mais restrito (não sei se estão fazendo passeios para lá).

Mergulhos

Grande parte das belezas de Noronha está debaixo d’água. Então se você acha que as praias são lindas, aguarde até ver a vida que existe no fundo do mar.

Os mergulhos em Noronha estão entre os melhores que já fiz. Caso queira mergulhar, procure o pessoal da Atlantis. A operadora fica na Praça do Cruzeiro, perto da igreja. É possível reservar seus mergulhos pelo e-mail info@atlantisdivers.com.br

Segue abaixo alguns dos pontos de mergulho de lá:

Pedras Secas: disparado um dos lugares mais bonitos onde já mergulhei. Formações de corais que fazem você se sentir em outro mundo… Pode ser descrito em uma palavra: alucinante!

Pedras Secas

Cabeço da Sapata: local maravilhoso… há um túnel aos 40m de profundidade aproximadamente. Muita vida e, pra variar, visibilidade incrível.

Caverna da Sapata: é uma cavidade na rocha, a vista de dentro para fora é incrível. É bem comum encontrar o famoso Mero por lá!

Caverna da Sapata

Corveta Ipiranga V-17: o mais famoso mergulho de Noronha é também o que exige mais experiência. Para fazer um mergulho completo na Corveta, é necessário ter certificação de mergulho técnico. Porém, para mergulhadores experientes não-técnicos, existe a possibilidade de fazer um mergulho mais rápido. É necessário ser no mínimo nível Avançado (certificado) e ter também certificação de Nitrox. A Corveta está a 60m de profundidade, extremamente bem preservada, e em posição de navegação.

Corveta

Hospedagem

Ao invés de estrelas, as pousadas em Noronha são classificadas por golfinhos (de 1 a 3 golfinhos). Veja abaixo algumas delas:

1 golfinho:

Restaurantes e Bares

Alguns lugares bacanas para ir por lá:

Bar do cachorro: o mais famoso forró da ilha. Não deixe de ir!

Xica da Silva: restaurante delicioso, experimente o camarão na moranga!

Restaurante da Pousada Maravilha: tem uma vista incrível, ótimo atendimento e comida.

Dicas Gerais

– Alugue um buggy!

– Faça ao menos um mergulho, mesmo que não seja certificado. Ou faça um curso Open Water pelo menos uns 3 meses antes da sua viagem a Noronha, para poder ir a pontos mais interessantes e fazer mergulhos mais longos.

– Fuso-horário: Noronha está 1h à frente do horário de Brasília, exceto quando o horário de verão está em vigor.

– Projeto Tamar: todas as noites há palestras gratuitas para visitantes às 21h na sede do Projeto Tamar/Ibama, no Boldró.

– Leve muito protetor solar.

——————————————————————————-

Em resumo:

Quantos dias ficar em Noronha? Recomendo uns 6 dias, se você nunca foi, para poder conhecer com calma os principais lugares.

Como funciona a taxa de preservação ambiental paga por dia para ficar em Noronha? O pagamento da taxa é obrigatório para quem visita a ilha a turismo. Pode ser feito pelo site, assim você evita ficar na fila de pagamento quando chegar no aeroporto. É só acessar o site de Noronha, fazer o cadastro, pagar e imprimir o comprovante para levar.

Quero eu mesmo montar minha viagem. Quais cias aéreas voam para Noronha? Gol/Varig e Trip. É possível usar suas milhas caso seja membro do Smiles, mas tente ver com bastante antecedência pois o Smiles tem limitação de assentos para emissão com milhas. Os vôos partem de Recife e Natal.

É isso pessoal! Espero ter ajudado, aproveitem Noronha se esse for um dos seus próximos destinos!

Até a próxima!

About the author